Manha Alegrete
Publicidade
Publicidade
Alegrete/RS
Min.
Máx.
Mais da metade das ocorrências das DPPAs do RS poderia ser registrada pela internet
04/08/2017

Em entrevista ao Gaúcha Atualidade, da Rádio Gaúcha, o chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, divulgou que mais da metade das ocorrências registradas em todas as Delegacias de Pronto Atendimento (DPPAs) do Rio Grande do Sul poderia ser feita pela internet. Ou seja, das 250.594 ocorrências feitas no primeiro semestre deste ano, 51% poderiam ser através da Delegacia Online. Um total de 129.018 registros. 

Wendt lembra que o serviço é rápido, ágil e garantido, evitando filas. Além disso, com as delegacias recebendo presos provisórios, o registro pelo site da instituição evita possível constrangimento e diminui riscos, já que houve fugas das carceragens dos distritos. Somente em Porto Alegre, 30% das ocorrências registradas nas 20 delegacias distritais poderiam ser pela realizadas pela internet. Neste caso, não estão incluídas as duas DPPAs da Capital. O índice também é relativo aos seis primeiros meses de 2017. 

A Delegacia Online teve o serviço atualizado no final do ano passado, quando mais itens foram inseridos no sistema e o mesmo foi adaptado para registros em celulares. Segundo Wendt, o atendimento conta hoje com mais de 30 possibilidades de ocorrências. 

- A Delegacia Online atende até casos como acidente de trânsito sem vítimas, roubo de celular e abigeato, bem como casos de pessoas desaparecidas, desde que não sejam crianças e adolescentes. Na verdade, o registro não  pode envolver casos, isso incluindo os que já citei, quando é preciso trabalho pericial ou quando ocorre ação criminosa grave e até mesmo com uso de arma de fogo - destaca Wendt. 

Segundo o chefe de Polícia, são analisadas 1,2 mil ocorrências diárias, e a média de registro por dia é de 25 mil casos na Delegacia Online. Os casos mais atendidos, mais de 14 mil casos por mês, são de perda de documentos e de objetos. Wendt diz ainda que, quanto mais informação for repassada pelo usuário, mais fácil e rápido fica o atendimento por este serviço. 

O atendimento pode ser realizado no endereço: 

www.delegaciaonline.rs.gov.br
 

REGISTROS QUE PODEM SER FEITOS PELA DELEGACIA ONLINE 

- Perda ou extravio de documentos e objetos

- Acidente de trânsito sem feridos

- Furto 

- Ofensas (injúria, calúnia, difamação)

- Maus tratos contra animais

- Perturbação

- Localização de documentos e objetos (necessário ocorrência prévia de perda, furto ou roubo)

- Roubo (roubo a pedestre, roubo a transporte coletivo sem uso de arma ou agressão e que não precise de serviço pericial) 

- Dano (fora das hipóteses de dano qualificado, como dano ao patrimônio público)

- Dano causado por fenômeno da natureza

- Abigeato (Não pode ter ocorrido uso de arma de fogo ou arma branca)

- Vias de fato (sem deixar lesões visíveis, tais como empurrão, puxão de cabelo, tapa, entre outros, e fora das hipóteses de violência doméstica)

- Ameaça (não pode estar relacionada à violência doméstica ou familiar contra a mulher ou quando o suspeito de praticar a ameaça utiliza arma de fogo ou algum tipo de objeto, como faca, pedra, barra de metal ou madeira ou similares)

- Desaparecimento de pessoa (o registro não poderá ser feito quando envolve criança, adolescente e portador de necessidades especiais)

- Localização de pessoa (exige prévio registro de desaparecimento e a pessoa não pode ter sido encontrada ferida ou morta)

- Violação de domicílio (sem uso de arma e sem violência)

REGISTROS MAIS INDEFERIDOS PELA DELEGACIA ONLINE

 - São indeferidos os atendimentos quando, na perda de um documento ou objeto, as pessoas não deixam claro o que ocorreu, o que leva a confundir com a ocorrência de furto. 

- Também em casos em que o registro sobre perda de documentos é feito por terceiros, com exceção nas ocorrências deste tipo envolvendo crianças e adolescentes e que são feitas por pais e responsáveis. - O indeferimento ocorre quando são solicitados registros de fatos envolvendo violência doméstica, principalmente sobre ofensas (calunia, injúria, difamação). 

- Também ocorre em fatos envolvendo adolescente infrator ou vítima. 

 - E ainda há indeferimento, geralmente, no registro de fatos que dependem de perícia, nestes casos, furto qualificado, furto ou roubo de veículos.

Fonte: mahnã
SEQUENCIA PROGRAMADA
00:00 as 24:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
- Alegrete/RS
Ligue agora
(55) 9143-4672
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS